sexta-feira, 4 de abril de 2008

Análises - Barcelona (Clássico)



Titular

GK - Zubizarreta - Andoni Zubizarreta é um dos melhores goleiros espanhóis de todos os tempos. Fazia defesas simples, conseqüência do bom posicionamento de baixo dos paus. A segurança e a boa saída do gol - destacava-se pela altura dos seus pulos -, além de seu caráter e sua personalidade, lhe renderam, por muito tempo, o título de capitão do Barcelona. Um dos poucos defeito do mesmo, era quando necessitava jogar com a bola nos pés.
País: Espanha

CB - Frank de Boer - Apesar da baixa estatura para um zagueiro, 1,79m, Frank de Boer sempre foi considerado um defensor fora de série. Raçudo e com bom posicionamento, tornou-se ídolo por onde passou. Seu passes precisos, principalmente de longa distância, fizeram dele um excelente zagueiro-armador. A potência no chute também fizeram dele um bom cobrador faltas de longa distância e pênaltis.
País: Holanda

CB - Koeman - Ronald Koeman era um zagueiro acima da média. Além da qualidade como defensor, tinha como trunfo as bolas paradas. Tinha um chute extremamente forte, que rendeu vários gols de falta. Era especialista nas bolas paradas, para muitos, um dos melhores nesse quesito em todos os tempos.
País: Holanda

RB - Carles Rexach - Lateral dotado de muita técnica, sempre jogou pelo Barcelona. Além da técnica refinada, tinha como ponte forte os dribles, a visão de jogo (bons passes e cruzamentos) e a grande capacidade de marcar gols. Foram 197 pelo time catalão em 560 partidas. A maioria deles tinham origem dos pênaltis e faltas cobradas com perfeição.
País: Espanha

LB - Sergi Barjuán - Uma característica marcante em seu futebol era a velocidade. Dela tirava proveito para apoiar no ataque. Além disso, se destacava pela técnica refinadana.
País: Espanha

CMF - Guardiola - Pertenceu ao Dream Team catalão do início dos anos 90. Era peça importante na equipe. Chegou a ser capitão no Barcelona. Quanto a qualidade técnica, Josep Guardiola tinha como diferencial seus lançamentos e cruzamentos.
País: Espanha

CMF - Hristo Stoitchkov - Esse búlgaro desconhecido por muita gente é considerado o melhor jogador da história do seu país. Teve vários problemas de comportamento, fato que manchou de certa forma sua carreira. Mas, quando tratava de jogar futebol era diferenciado. O canhoto Hristo Stoichkov era incansável e completo. Se fizessemos uma comparação com um jogador do futebol atual, este jogador seria, provavelmente, Kaká.
País: Bulgária

AMF - Maradona - Fora das quatro linhas polêmico. Em campo, um gênio. Era extremamente talentoso. Rápidez, malícia, habilidade, boa finalização, entre tantas outras virtudes lhe rendem até hoje o título de melhor jogador argentino de todos os tempos.
País: Argentina

AMF/SS - Cruyff - Considerado um jogador revolucionário, tático, ofensivo, coletivo, vistoso e eficiente, inspirou muitos jogadores e treinadores a partir das suas extraordinárias atuações no Amsterdamsche Football Club Ajax e principalmente na seleção da Holanda, durante a Copa do Mundo de 1974 - trecho retirado da Wikipedia. Por tudo que fez e representa até hoje, está na seleção do século XX.
País: Holanda

CF - Romário - “Treinar pra quê se eu entro em campo e já sei o que fazer”. A frase é do próprio atacante. E não é mentira. No auge de sua carreira, o baixinho foi diferenciado. Seu ponto forte era, principalmente, a finalização. Dote que rendeu mais de 1000 gols na carreira.
País: Brasil

CF - Ronaldo - Veloz, habilidoso e "matador". Com essas três palavras resumimos o perfil deste atleta diferenciado. Mais detalhes, o mundo já conhece.
País: Brasil

Reservas

GK - Antoni Ramallets - Ramallets foi um excelente goleiro. Foi titular da seleção espanhola na Copa do Mundo de 1950, no Brasil. A quarta colocação no Mundial (melhor da história da Espanha) e, principalmente, sua agilidade, deram ao goleiro o apelido de "gato de Maracaná".
País: Espanha

CB - Ferran Oliveira - É para muitos, um dos principais zagueiros da história do Barcelona. Sua carreira como jogador começou na lateral-direita. Mas, logo em seguida, passou para a zaga. Era um jogador muito seguro e regular.
País: Espanha

CB - Joan Segarra - Era um exemplo para os companheiros de time. Contagiava os colegas pela velocidade e resistência demonstrada em campo. Tinha técnica e personalidade, motivos que o levaram a ser chamado de El Gran Capitán.
País: Espanha

RB - Albert Ferrer - "Chapi" Ferrer, como era conhecido, usava a força física e a velocidade para se diferenciar dos demais. Somado a isso, atacava e defendia com a mesma eficiência. As boas atuações, principalmente sob comando de Johan Cruyff, no Dream Team, lhe renderam convocações para a seleção.
País: Espanha

LB - Aitor Beguiristáin - "Txiki Begiristain", como ficou conhecido, participou do Dream Team do Barcelona. Se destacava pela inteligência, mas também era dono de bons cruzamentos e ótimas finalizações.
País: Espanha

DMF - Davids - Com apenas 1,70m, o holandês impressiona pela força física. Aliado a isso, tem um estilo de jogo "duro", que lhe rende a fama de violento e desleal para alguns. Se destaca bastante pela facilidade de desarme e saída para ajudar no ataque. É conhecido por pela resistência (incansável) e por sofrer de glaucoma, utiliza óculos durante o jogo - marca registrada do holandês.
País: Holanda

CMF - Laudrup - Era um jogador elegante na forma de jogar. Muito técnico e rápido, tinha grande facilidade para escapar do marcadores. Seus passes eram refinados.
País: Dinamarca

SMF - Rivaldo - É considerado um profissional exemplar e dedicado. Quanto ao estilo de jogo, Rivaldo se destaca nas finalizações. Oportunista, é capaz de converter gols de todas as formas.
País: Brasil

AMF - Johan Neeskens - Foi um dos principais jogadores da famosa Laranja Mecânica. Era considerado o pulmão da equipe. Outras qualidades dele era a categoria que tinha para desarmar, o cabeceio excelente e as cobranças de pênalti, quase sempre perfeitas.
País: Holanda

AMF/ss - Schuster - Era especialista nas bolas paradas. A força física não o impedia de tratar bem a bola. Tinha classe, bons lançamentos e ótimas finalizações.
País: Alemanha

CF - László Kubala - É uma das maiores estrelas do futebol húngaro e do Barcelona em todos os tempos. Pelo time catalão marcou 243 gols em 329 partidas. Era especialista em bolas paradas.
País: Hungria

CF - Paulino Alcántara - Sua estréia no clube foi em 1912, dessa data até 1919 marcou 357 gols em 357 jogos. Média de 1 gol por partida. Sua velocidade e seus chutes fortes contribuíram para tal façanha.
País: Espanha


por: Renan Silva e Carlos Mignot

2 comentários:

Junior disse...

. . .Aeee BOM gostei dos classicos. . .
Ayh consegue as habilidades de um dos melhores zagueiros do mundo o paraguaio Guamarra. . .
ok
ahh Vlw pelo AGENOR! Consegue o MURIEL 3°goleiro do inter q esta doente. . .abraço"!

Anônimo disse...

dá saudades lembrar de STOICHKOV,MARADONA,RONALDO FENÔMENO, O BARÇA VIVEU GRANDES GLÓRIAS E TÍTULOS COM ESTES GÊNIOS.